Procuradoria Especial da Mulher apresenta Moção de Repúdio a ato de abuso sexual contra parturiente

O abuso sexual de um anestesista contra uma paciente em trabalho de parto, ocorrido no estado do Rio de Janeiro, chocou o país na última semana. Por isso, a Procuradoria Especial da Mulher do Legislativo apresentou, na sessão do último dia 14 de julho, Moção de Repúdio ao ato de violência. A Moção foi aprovada e encaminhada à Prefeitura e Câmara Municipal de São João de Meriti, ao Hospital da Mulher Heloneida Studart e à vítima.

O anestesista Giovanni Quintella Bezerra foi preso em flagrante sob a acusação de estupro de vulnerável, e há suspeita de que não tenha sido um caso isolado, o que será também investigado pela polícia civil.

A Procuradoria Especial da Mulher, composta pela vereadora Fátima de Paula e pelo vereador Delegado Michel, e os demais vereadores de São José dos Pinhais registram seu repúdio a este e qualquer ato de violência sexual, além de solidariedade e apoio à vítima e seus familiares.

Assessoria de imprensa 18.07.2022

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Feedback
Feedback
Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support