Câmara não acata veto do prefeito e promulga Lei de embarque seguro em escolas

Na última quinta-feira (29), Prof. Assis (na foto) esclareceu dúvidas sobre o Projeto de Lei e de sua importância para a segurança e à vida dos estudantes no embarque e desembarque nas escolas

 

Na sessão da Câmara da última quinta-feira (29), o presidente da Casa, vereador Prof. Assis, defendeu a promulgação do Projeto de Lei nº 3346/2019, de autoria do vereador Gilberto Mello, que permite a livre parada para embarque e desembarque de estudantes por veículos autorizados a realizar transporte escolar (vans, micro-ônibus e ônibus), exclusivamente em dias e horários letivos nas ruas de acesso às escolas. A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara avaliou a matéria e deu parecer favorável. Ela buscou embasamento na Lei Orgânica do Município e também no Código de Trânsito Brasileiro. A Comissão de Segurança e Trânsito (CST) analisou o mérito e concluiu pelo prosseguimento do projeto.

“No Plenário, o Projeto de Lei foi aprovado por entendermos que proporcionará mais segurança aos estudantes no momento do embarque e desembarque. A Prefeitura entendeu que deveria vetar o projeto, alegando inconstitucionalidade do mesmo. O Plenário da Câmara analisou o veto e optou por não acatar, entendendo que a prioridade é a segurança dos estudantes no momento do embarque e desembarque”, disse Prof. Assis.

O vereador aproveitou a oportunidade para comentar sobre as críticas à Lei. “Para a nossa surpresa, de repente surgem críticas à Lei, deixando a segurança dos estudantes transportados em segundo plano. Por essa razão, venho a essa Tribuna para explicar à população de São José dos Pinhais que em momento algum o autor do Projeto e a Câmara Municipal quiseram autorizar os veículos escolares a parar em via dupla ou desrespeitar a Lei de Trânsito. Quisemos que esses veículos, na hora do embarque e desembarque dos estudantes, tenham preferência para que esses possam ter toda a segurança possível”, reforçou.

Prof. Assis ainda destacou que é um bom momento para a Prefeitura trabalhar alguns pontos importantes sobre o trânsito no Município, tais como:

– Boa fiscalização;

– Definição dos pontos de parada dos veículos que realizam o transporte escolar próximo às escolas;

– Fiscalização para que estes pontos não sejam utilizados por outros veículos;

– Estudar a possibilidade de que haja em cada escola um espaço para embarque e desembarque aos veículo de pais;

– Trabalhar com todos os alunos do Município para que possam levar essa mensagem aos pais, pois se constatou que a maioria dos veículos que para irregularmente é de pais de alunos;

– Conscientizar a população para que respeite os veículos de transporte escolar, dando-lhes a preferência.

É importante ressaltar que os veículos de transporte escolar levam pessoas, a grande maioria crianças e adolescentes, a que todos têm o dever de proteger e dar segurança aos estudantes, como prevê a Lei 8.069 do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA).

Na sessão foi passado um vídeo mostrando várias irregularidades cometidas por motoristas que estacionam nas vagas destinadas aos veículos que realizam o transporte escolar.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support