Audiência pública discute Projeto de Lei Complementar que altera parâmetros construtivos da Colônia Murici

 

A Câmara Municipal realizou, através da comissão de urbanismo, habitação, serviços públicos e meio ambiente, audiência pública para discussão do Projeto de Lei Complementar nº 001/2018. Tal Projeto, de autoria dos vereadores Tadeu Camargo e Alberto Setnarsky, visa modificar a Lei Complementar nº 103/2015 no que diz respeito aos parâmetros construtivos da Colônia Murici.

Atualmente, o artigo 6º dessa Lei determina que as áreas que cortam o perímetro urbano do município sejam consideradas como rurais e, como tais, sigam os padrões de construção de uso do solo rurais. A proposta em questão sugere que essas áreas sigam parâmetros construtivos respectivos a cada porção do terreno, ou seja, a parte que estiver em perímetro urbano deve construir de acordo com o parâmetro urbano, assim como a porção rural deverá seguir o parâmetro rural de construção. O Projeto também prevê que, excepcionalmente e condicionado ao cumprimento de requisitos, os padrões sejam ampliados para toda a extensão da propriedade seccionada.

De acordo com a justificativa, o objetivo da mudança é viabilizar a aplicação do zoneamento estabelecido para a área urbana da Colônia Murici, já que quase todas as propriedades do bairro são cortadas pelo limite urbano e rural de São José dos Pinhais. “O interesse não é urbanizar nada do interior, queremos preservar nosso meio ambiente, nascentes e rios do município”, disse o vereador Tadeu Camargo.

Representando a secretaria de urbanismo, estiveram presentes os servidores Maurício Précoma e Nádia Besciak, que afirmaram que a mudança facilitará a melhor aplicação da Lei. Após as explanações, a comunidade diretamente interessada e demais presentes puderam fazer perguntas relacionadas ao tema. O vereador Alberto Setnarsky destacou, ao final, que se aprovado o Projeto de Lei Complementar não altera o perímetro urbano do município, apenas os parâmetros construtivos das propriedades da Colônia Murici.

Estiveram presentes, ainda, os vereadores Professor Assis, Silvio Santo, Nina Singer e Edson Dangui; os secretários municipais Augustinho Michalizen e Miguel de Paula e a representante do ministério público, promotora Andressa Chiamulera. O Projeto de Lei Complementar segue agora para análise da comissão de constituição e justiça da Câmara Municipal.

Assessoria de imprensa 28.08.2018

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Feedback
Feedback
Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support