Vereadores debatem o “Baleia Azul”

Jogo incita mutilações e suicídio entre adolescentes

Os vereadores discutiram, durante a sessão desta quinta-feira (20), o polêmico jogo virtual “Baleia Azul”. O jogo tem preocupado autoridades de saúde e educação, pois, através de desafios, induz adolescentes à automutilação e ao suicídio.

O debate foi iniciado pelo vereador Tadeu Camargo, que usou a tribuna para alertar pais e educadores. “Nós de São José dos Pinhais devemos estar atentos, informando comunidades, escolas, igrejas, para que prestem atenção à mudança de comportamento dos jovens. Além disso, os pais devem supervisionar o uso da internet, pois este jogo está destruindo famílias”, disse.

Para os vereadores Carlos Machado e Pastor Gilmar, a maior responsabilidade é da família. “Os pais não se reúnem mais com os filhos para falar sobre o dia a dia, por isso, precisamos fazer uma reflexão, já que muitas pessoas têm negligenciado sua responsabilidade pelo ser que gerou”, comentou Gilmar.

Foi também sugerido, durante o debate, que a secretaria municipal de educação promova programas e palestras em escolas para esclarecer e orientar crianças a respeito do jogo “Baleia Azul”. “Temos que nos unir em defesa da vida e contra esta iniciativa maligna que pretende ceifar vidas”, disse o vereador Silvio Santo.

Ao final do debate o vereador Abílio Alves fez um apelo aos usuários da internet. “Fico espantado com os deboches feitos à situação, alguns têm tratado essa triste realidade de maneira irônica. Por isso, peço que as pessoas não compactuem com essas brincadeiras infames”, solicitou.

Assessoria de Imprensa 20.04.2017

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *