Vereadoras pedem igualdade e reflexão no Dia Internacional da Mulher

Data serve para comemorar conquistas e lutar por mais qualidade de vida para mulheres.

         No Dia Internacional da Mulher, comemorado nesta terça-feira (08), as vereadoras de São José dos Pinhais fizeram uso da palavra durante a sessão ordinária para falar especialmente sobre a data. Para Nina Singer, Lucia Stoco e Mari Temperasso o dia é de reflexão.

            Nina abriu seu discurso lembrando o episódio que gerou a data: no dia 08 de março de 1857 um incêndio provocado em uma fábrica de Nova Iorque matou cerca de 130 mulheres grevistas que reivindicavam melhores salários e condições de trabalho. “Gostaria que esse fosse um dia de comemoração, mas não é. É um dia de reflexão do que ainda temos que conquistar, em como criar igualdade de direitos. Não queremos parabéns, queremos respeito”, disse a vereadora. Ela também citou dados que comprovam que a mulher ainda é inferiorizada em relação aos homens como, por exemplo, diferença de salários de 22% em média, o que, segundo a ONU, ainda levará setenta anos para se igualarem.

            A vereadora Lucia Stoco acredita que a data é sim motivo de comemoração por todas as conquistas das mulheres através dos anos. Para ela, esse dia representa as lutas e vitórias conquistadas pela mulher na sociedade. Lucia destacou a Lei Maria da Penha, que trata do crime de violência doméstica. “Essa lei protege a mulher desde 2006 e o agressor pode ser preso por até três anos. É uma forma de proteção inspirada em Maria da Penha, que ficou paraplégica após levar um tiro do marido enquanto dormia”, explicou. A vereadora também divulgou o canal de orientação criado pela secretaria especial de políticas para mulheres, o telefone 180. “Funciona 24 horas e não é necessária a identificação, além de ser gratuito”, finalizou.

            Também fizeram uso da palavra para parabenizar as mulheres os vereadores Onildo, Leandro da Nifer, Professor Marcelo e Gastão Vosgerau. A vereadora Mari Temperasso deixou uma mensagem a todas: “Mesmo se a sua cruz estiver pesada, pense que existe um Deus e que você é capaz. Toda mulher pode construir seus sonhos, trabalhar e ser feliz. Hoje desejo força a todas elas”.

Renata Teixeira Gomes
Assessoria de Imprensa 08.03.2016

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support