TRE esclarece dúvidas sobre o recadastramento biométrico

Representante do fórum eleitoral informou vereadores e população sobre o processo.

           A Câmara Municipal recebeu, na sessão ordinária do último dia 03, o chefe da 8ª Zona Eleitoral, Paulo Melo Junior, para esclarecer dúvidas e prestar informações sobre o recadastramento biométrico que está sendo realizado em São José dos Pinhais. O objetivo é atingir pelo menos 80% dos eleitores para efetivar a próxima eleição através desse processo.

            De acordo com Paulo, o recadastramento será intensificado a partir de outubro, quando serão instalados mais 55 guichês de atendimento. “A campanha pela biometria se estenderá até 31 de março de 2016. Acreditamos que com a ajuda do legislativo e executivo, através do auxílio para agendamentos e divulgação, atingiremos a meta sem maiores problemas”, disse.

            Ele também esclareceu que o atendimento será feito, majoritariamente, às pessoas que agendarem seus horários no site do TRE para que haja maior agilidade no processo. “As pessoas com hora marcada não levarão nem quinze minutos para recadastrarem-se”, explicou ele, lembrando também que é imprescindível estar em posse de um documento de identificação original com foto, comprovante de residência ou de vínculo efetivo com o município e, para os homens com 18 anos, é necessário também o comprovante de alistamento militar.

            Paulo lembrou que, quem não fizer o recadastramento biométrico terá seu título de eleitor invalidado. Tal fato pode acarretar problemas não só em relação à obrigatoriedade do voto, como também para posse em cargo público, participação em licitações, elaboração ou renovação de passaporte, entre outros.

            Após a explanação, os vereadores questionaram sobre demais aspectos para informar a comunidade corretamente a respeito do assunto. Muitos deles mostraram-se pessimistas em relação ao alcance da meta. O vereador Gastão Vosgerau criticou o sistema utilizado. “Temos apenas sete meses para recadastrar aproximadamente 200 mil títulos, ou seja, para atingir essa marca o Fórum Eleitoral teria que atender 1000 pessoas por dia a partir de hoje. Acredito que se o processo tivesse sido planejado melhor e começasse com mais antecedência poderíamos ter o resultado esperado”, disse.

            Os vereadores também demonstraram insatisfação em relação ao agendamento que será feito pela internet. “Muitas pessoas não têm acesso à internet ou não sabem como lidar com ela. É claro que o legislativo irá auxiliar com isso, mas acho pouco provável que consigamos agendar cerca de 25 mil recadastramentos por mês, o que acarretará enormes filas no Fórum Eleitoral”, opinou Leandro da Nifer. Para o vereador José Vieira é possível que o número de eleitores em São José dos Pinhais caia ainda mais com a obrigatoriedade da biometria. “As pessoas já estão muito desacreditadas da política. Muitas delas não querem nem votar, quanto mais renovar seus títulos. Vamos fazer o possível para ajudar o TRE, mas acredito que haverá muita confusão durante o processo”, finalizou.

Renata Teixeira Gomes
Assessoria de Imprensa 10.09.2015

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *