Agricultores pedem maior segurança para área rural de São José dos Pinhais

Após o assassinato do senhor Benjamin Valask, trabalhadores rurais exigem solução imediata e apoio dos vereadores.

          Após o assalto seguido da morte do agricultor Benjamin Valask, morador da Roça Velha, moradores e trabalhadores da área rural protestaram na Câmara Municipal para exigir maior segurança, durante a sessão ordinária desta terça-feira (25). Os moradores da região já vêm sofrendo com o problema da insegurança durante anos e a situação tem piorado a cada dia.

            Em nome da comunidade, fizeram uso da palavra a advogada Kellen Suchla e o agricultor Misael Cetenarski. Em seus depoimentos eles afirmam estarem apavorados com a falta de providências em relação à violência. “Queremos ações preventivas, viaturas circulando diariamente pela região, abordando carros estranhos, intimidando os bandidos, que estão cada vez mais ousados devido à facilidade de agirem na área rural”, disse Kellen.

            Os moradores pedem ainda, a volta da patrulha rural da polícia militar que, segundo a vereadora Nina Singer, não circula pelos bairros há mais de um ano, pois, a caminhonete utilizada está em manutenção e nunca foi consertada. Para a vereadora, deve haver medidas imediatas, mas, principalmente a aplicação de políticas públicas preventivas de educação. “Temos que ter uma base sólida e nos unirmos para enfrentar a insegurança, porque infelizmente a solução não depende apenas dos vereadores e sim, de uma união de esforços”, explicou.

            Os vereadores Alberto Setnarsky e Carlos Machado, que também atuam na área rural do município, demonstraram indignação e revolta com os acontecimentos. “Faço um apelo ao delegado, prefeito, secretário de segurança pública e deputados para que tomem providências, além disso, a pressão popular, igualmente, irá ajudar a trazermos soluções e diminuirmos esses números assustadores”, disse Carlos. O vereador Alberto Setnarsky sugeriu a utilização de um helicóptero para rondas na região. “Sei que é uma medida cara, mas pode ajudar já que a região rural é muito grande e com certeza não vale tanto quanto a vida dos moradores do município”.

            Após o término da sessão, agricultores e moradores reuniram-se com os vereadores para traçarem estratégias de ação. Foi agendada, ainda, reunião com o secretário municipal de segurança para discussão de possível atuação no combate à violência.

Renata Teixeira Gomes
Assessoria de Imprensa 25.08.2015

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *