Empresas de transporte coletivo ainda não se adequaram à Lei que proíbe dupla função dos motoristas.

Professor Abelino tem fiscalizado o cumprimento das normas.

        O vereador Professor Abelino comentou, durante a sessão dessa terça-feira (14), o não cumprimento da Lei 2487/14 que proíbe a dupla função dos motoristas do transporte coletivo. As empresas tiveram o prazo de quatro meses para se adequar a nova regra, mas não o fizeram. “Dentro das penalidades cabíveis, a Autoviação São José e Sanjotur foram notificadas e tiveram 30 dias para apresentar sua defesa, prazo esse que expirou nessa segunda-feira (13)”, explicou Abelino.

         Em razão do término do prazo, o vereador foi às empresas fiscalizar o cumprimento da Lei e verificou que não houve mudanças. “Estive às 3:30 da manhã na garagem da Autoviação São José e sete carros saíram sem cobrador. Em conversa com funcionários, soube que foram contratados cerca de 15 motoristas nos últimos dias e nenhum cobrador”, disse.

           Abelino também relatou que já entrou em contato com o secretário municipal de transporte e trânsito, Adriano Muhlstedt, juntamente com o vereador Onildo, para tratar da situação. “Foi feita a notificação às empresas e agora faremos um ofício para saber se elas entraram com recurso ou realmente não estão cumprindo a lei. Nesse caso, deve ser aplicada multa a partir de hoje (14)”, finalizou o vereador, que se comprometeu a continuar acompanhando o caso.

Renata Teixeira Gomes
Assessoria de Imprensa 15.04.2015

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Feedback
Feedback
Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support