Vereador Professor Abelino demonstra indignação com situação da educação

 Abelino defende professores
 

        Na sessão da última terça-feira (10), na Câmara Municipal de São José dos Pinhais, o vereador Professor Abelino demonstrou indignação e descontentamento com as medidas do “Pacotaço”, projeto que contempla a extinção de vários benefícios conquistados pelos professores.

               Abelino, que além de ser funcionário público é professor em um escola da rede estadual de São José dos Pinhais, diz não concordar com os cortes que o projeto prevê. “Vários motivos estão levando à adesão da greve. Corte do qüinqüênio, extinção de vale-transporte, mudança nas regras da previdência. Os professores são sempre deixados de lado e ninguém sabe das dificuldades enfrentadas por eles”, afirma o vereador.

           Hoje (12), a greve dos professores entra no quarto dia e mais de 950 mil estudantes estão sem aula desde o início da semana. São mais de 100 mil profissionais em greve, cerca de 2.100 escolas paradas, segundo informações divulgadas pelo sindicato.

                 O vereador e professor pede também apoio aos outros vereadores da casa para que a batalha pelos direitos conquistados permaneça. “Da educação eu não abro mão. Defenderei até o fim!”, finaliza Abelino.

Giancarlo Andreso
Assessoria de Imprensa 12/02/2015 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Feedback
Deixe-nos um elogio:
Feedback

Deixe-nos sua sugestão:

Escreva sua reclamação:

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support