Doutor Ido lembra Dia da Consciência Negra

Vereador é autor da lei que instituiu a data em São José dos Pinhais

 

            O vereador Doutor Ido usou da palavra em tribuna, durante a sessão ordinária da Câmara Municipal desta quinta-feira (20), para destacar a importância da reflexão do Dia da Consciência Negra, comemorado anualmente em todo país no dia 20 de novembro. O vice-presidente do legislativo é autor da lei que instituiu a data em São José dos Pinhais.

            Durante seu discurso, Ido leu um texto do advogado Vitor Godoi. “Ser negro neste país é representar uma raça que batalha pela dignidade humana. É carregar nas costas um passado de dor pungente e discriminação. É enaltecer uma cultura rica em conhecimento popular e aceitação das diferenças”, disse.

            Na ocasião, o acadêmico do curso de Direito, Rafael Leon, falou sobre o combate ao racismo. “Esse esforço deve ser coletivo, mas se cada um fizer a sua parte, lutando por igualdade de direitos, teremos a sociedade que almejamos”, explicou. Também fizeram uso da palavra para comentar o tema os vereadores Professor Abelino, Luiz Paulo e Professor Marcelo.

            No dia 20 de novembro de 1695 morreu, em combate, Zumbi dos Palmares, símbolo da resistência à escravidão. Em janeiro de 2003, através da lei federal nº 10.639, tornou-se obrigatório o ensino da história e cultura afro-brasileira. Atualmente, em todas as escolas do país os alunos devem estudar a história dos africanos, a luta dos negros no Brasil, a cultura negra brasileira e a participação dos negros na formação da sociedade nacional. Em novembro de 2011 foi aprovada a Lei nº 12.519, que instituiu o Dia Nacional de Zumbi e da Consciência Negra, também comemorado, nacionalmente, no dia 20 de novembro.

Renata Teixeira Gomes
Assessoria de Imprensa 20.11.2014

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *