Projetos de Lei defendem direitos dos animais

Vereadores Doutor Ido e Professor Marcelo querem instituir multa por maus-tratos e criar Conselho Municipal de Proteção e Defesa aos Direitos dos Animais 

           Sempre engajados nas causas animais, os vereadores Doutor Ido e Professor Marcelo apresentaram, durante a sessão ordinária dessa terça-feira (05), projetos de lei para instituir multa por maus-tratos e abandono e criação do Conselho Municipal de Proteção e Defesa aos Direitos dos Animais. As propostas serão discutidas e votadas em dois turnos nas próximas sessões.

            De acordo com o projeto nº 387/2014, será aplicada multa por atos contra animais decorrentes de imprudência, imperícia ou ato voluntário e intencional que atente contra sua saúde e necessidades naturais e físicas. As multas podem variar de 3 mil a 6 mil reais, dependendo da gravidade, estado e idade do animal. O dinheiro arrecadado será repassado ao Programa de Controle Ético da População Canina e Felina e serão fixadas placas em locais públicos informando sobre a lei e suas penas.

            Já a criação do Conselho Municipal de Proteção e Defesa aos Direitos dos Animais será instituída pelo projeto nº 388/2014 e terá como objetivo buscar as condições necessárias para garantir a proteção e preservação da dignidade e direitos dos animais, sejam eles nativos, exóticos, selvagens ou domésticos. O Conselho atuará voltado à educação e conscientização da população, além de acompanhar e fiscalizar a aplicação de recursos destinados à causa, entre outras atividades.

            O vice-presidente do legislativo comentou a iniciativa durante a sessão desta quinta-feira (07). “Atualmente temos que instituir multas, mas devemos educar nossas crianças para que isso não seja necessário no futuro. Já em relação ao Conselho, iremos apenas nos adequar à lei estadual”, disse Ido. O vereador lembrou que já há no município programas de castração e posse responsável mas, segundo ele, não estão sendo suficientes.

            Para Marcelo a prioridade é sempre do ser humano, no entanto, os animais também merecem ser respeitados e cuidados. “Sabemos que a sociedade está longe de um tratamento ideal aos animais, mas a organização da coletividade permite maior fiscalização de políticas públicas voltadas a sua proteção e defesa”. Também fizeram uso da palavra para apoiar as propostas os vereadores Carlos Machado, Onildo e Alberto Setnarsky. “Temos que ter o apoio e investimento da prefeitura nesse projeto pois esta é uma questão social”, afirmou Carlos Machado.

Renata Teixeira Gomes
Assessoria de Imprensa 07/08/2014

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Feedback
Feedback
Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support