Ficha Limpa será exigida para cargos de comissão em São José dos Pinhais

Lei de autoria do vereador Professor Marcelo também abrange secretários municipais

              A Câmara Municipal aprovou, durante a sessão ordinária desta terça-feira (22), projeto de lei que define critérios para a nomeação e exercício dos cargos em comissão e de secretários, exigindo ficha limpa. A autoria do projeto é do vereador Professor Marcelo.

            Com a promulgação dessa lei, ficará vedada a nomeação de secretário ou assessores que tenham sido condenados criminalmente por crimes contra a administração pública, por improbidade administrativa, por corrupção eleitoral e os que tiverem contas rejeitadas pelo Tribunal de Contas, entre outros. Ainda, de acordo com o projeto, antes da nomeação para cargo de provimento em comissão, a pessoa indicada, obrigatoriamente, deverá apresentar declaração de que não se encontra em situação de vedação em nenhum caso expresso em lei.

            Qualquer cidadão poderá, a qualquer tempo, através de petição dirigida ao presidente da Câmara, nos casos dos comissionados do legislativo, ou ao prefeito, nos casos de secretários e comissionados da prefeitura, apontar as causas do impedimento previsto na lei, sem prejuízo de atuação do ministério público e vedado o anonimato. A análise será submetida a processo administrativo que respeitará os princípios do contraditório e ampla defesa.

            O projeto também determina o prazo de noventa dias, contados da publicação da lei, para que as autoridades competentes instaurem processo administrativo para a exoneração de ocupantes de cargos de provimento em comissão que se enquadrem nas vedações. “A lei federal da Ficha Limpa já está em vigor há quase dois anos e precisa alcançar os cargos de confiança do prefeito e vereadores. A moralização tem que valer não apenas, aos detentores de cargos eletivos e efetivos, mas todo o corpo de funcionários e assessores do executivo e legislativo”, justificou o autor, vereador Professor Marcelo. O projeto segue para análise e possível sanção da prefeitura.

Renata Teixeira Gomes
Foto: Fernanda Grebogy

Assessoria de Imprensa 22/10/2013

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Feedback
Feedback
Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support