Doutor Ido debate gestão da saúde no município

            O vereador Doutor Ido fez uso da palavra durante a sessão ordinária da Câmara Municipal desta terça-feira (22) para comentar a gestão da saúde pública em São José dos Pinhais. Ido, que também é presidente da comissão de saúde e assistência social do legislativo, debateu com os demais vereadores soluções para melhorar a situação da pasta, que tem sido alvo de várias reclamações da população.

            O vice-presidente da Casa iniciou seu discurso elogiando o secretário municipal de saúde, Brasílio de Castro. Segundo ele o médico, que já atua há 44 anos, é um cidadão que merece o respeito de todos, pois é um exemplo de profissional. “O problema é que a gestão da saúde vem apresentando diversas dificuldades desde o início. No município acredito que não há outro profissional com tamanha experiência que possa vir a somar, é uma questão de melhoria na gestão, e não pessoal”, disse o vereador.

            Ido também comentou sobre a reunião realizada na última quinta-feira (17), com os médicos Eduardo Lourenço e Matheos Chomatas que discutiu mudanças no modelo de gestão do hospital São José. “Nós conhecemos como funciona uma fundação estatal, que é um modelo interessante mas que, na minha opinião, não é a opção mais adequada para o município”, afirmou Ido que também destacou que os vereadores continuarão a buscar uma solução para a saúde. Segundo ele, a resolução mais viável, já apresentada ao prefeito, é a construção de novo hospital com, no mínimo 400 leitos, maior comprometimento dos profissionais e valorização destes. “Essa é uma medida em médio prazo, pois a prefeitura não tem verba para contratar mais médicos. Cerca de 80% da população depende do SUS (Sistema Único de Saúde) e não há dinheiro suficiente para atender a essa demanda”, disse.

            O vereador Onildo, que também é membro da comissão de saúde e assistência social, demonstrou sua preocupação com a falta de profissionais. “Espaço físico nós temos, como por exemplo o que está sendo construído pela Litoral Sul em frente ao hospital São José, o problema é a falta de profissionais, pois estes ganham muito pouco e acabam deixando seus empregos”. Ainda, de acordo com Onildo, a comissão tem recebido diversas reclamações relacionadas à limpeza do hospital. “Tenho escutado relatos absurdos sobre falta de higiene. Como não pegar infecção hospitalar num lugar desse? Estamos atentos e vamos investigar todas as denúncias”, disse o vereador.

            Também fizeram uso da palavra no debate os vereadores Leandro da Nifer, Luiz Monteiro, Luiz Paulo e Nina Singer. “220 milhões de reais gastos por ano em saúde sem que se resolvam seus problemas é um absurdo. A gestão passada mudou o modelo de gestão do hospital e atrasou ainda mais a área. Temos que conversar todos juntos para tentar acertar desta vez”, falou a vereadora Nina.

Renata Teixeira Gomes
Foto: Fernanda Grebogy

Assessoria de Imprensa 22/10/2013

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Feedback
Feedback
Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support