Professor Marcelo preocupa-se com prevenção da mielomeningoceli

Doença pode causar má formação da medula espinhal e paralisia nas pernas

             O vereador professor Marcelo apresentou, durante a sessão ordinária da Câmara Municipal desta terça-feira (27), indicação solicitando ao executivo, através da secretaria de saúde, promoção de campanhas de prevenção à mielomeningoceli; programa para fornecimento gratuito de ácido fólico na rede municipal de saúde e incentivo ao enriquecimento de alimentos que contenham tal ácido por indústrias e comerciantes locais.

            De acordo com a indicação, a preocupação do vereador justifica-se, pois, no Brasil a doença afeta um em cada mil bebês nascidos vivos, o que representa, em números absolutos, três mil crianças todos os anos. A mielomeningoceli está associada a alterações genéticas e a baixos níveis de ácido fólico no organismo da gestante, durante as primeiras doze semanas de gravidez.

            Segundo Marcelo, o objetivo da indicação é diminuir em até 85% a incidência de má formação da medula espinhal, cujas principais sequelas são a hidrocefalia (excesso de líquido no crânio) e paralisia nas pernas. “Essa patologia também pode causar retardo mental, incapacidade de controle da urina e pés tortos. Por esses motivos consideramos imprescindível a prevenção através de conhecimento e maior consumo de ácido fólico pelas gestantes”, explicou o vereador.

Renata Teixeira Gomes
Assessoria de Imprensa 27/08/2013 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support