Luiz Paulo pede informações à Infraero sobre desapropriações na região do Quissisana

Construção da terceira pista do aeroporto afetará a área

           O vereador Luiz Paulo tem se preocupado, há vários anos, com as notícias em relação à construção da terceira pista do Aeroporto Internacional Afonso Pena. Desde seu trabalho como presidente de associação de moradores, o vereador tem promovido abaixo-assinados e reuniões para impedir possíveis danos causados aos moradores da região do bairro Quissisana com a obra.

            Com o objetivo de esclarecer melhor as informações a respeito das desapropriações, fechamento de vias de ligação entre o bairro e o centro e qualidade de vida da comunidade, Luiz Paulo promoveu, na tarde desta terça-feira (16), encontro entre o superintendente da Infraero, Antônio Pallu, representantes do Ministério Público, Poder Executivo estadual, municipal, Judiciário e moradores.

            “A maior reclamação é a falta de diálogo entre poder público e comunidade. As pessoas não sabem as áreas que deverão ser desapropriadas, as ruas que serão interrompidas e não há discussão para saber qual a opinião dos moradores em relação as mudanças. As audiências públicas deveriam já ter começado, pois a população é apenas informada sobre as obras, sem direito a expor sua vontade”, explicou o vereador.

            Segundo o superintendente da Infraero, Antonio Pallu, a obra tem sido planejada desde a década de 1980, porém sempre há atualizações e novas diretrizes para que não ocorram surpresas. “O projeto não está vinculado a Copa 2014, já existe um projeto, mas ele percorre várias etapas, houve ajuste em relação às desapropriações”, disse Pallu, que também destacou que vários estudos são realizados para que a nova pista não prejudique a vida de moradores do entorno do aeroporto. “Em conjunto com a prefeitura, iremos trabalhar em um plano de mobilidade urbana e infraestrutura, essa é uma condicionante do projeto”, afirmou.

            A representante da Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística, Viviane Giamberardino explicou que as áreas destinadas a desapropriação já estão definidas e os donos de lotes na região podem entrar em contato com a secretaria para obter informações. “Não podemos tornar as informações públicas neste momento porque isso gerará especulação imobiliária. O proprietário e, somente ele, pode entrar em contato pelo telefone 3304-8557”, disse.

            A previsão de conclusão da terceira pista do aeroporto é 2018. Estavam presentes na ocasião, além do vereador e Antonio Pallu, o promotor de justiça Divonsir Borges; representantes do Centro de Apoio de Habitação e Urbanismo do Ministério Público e do Comitê Popular da Copa; os secretários municipais Leandro Rocha e Marcelo Ferraz; a representante da Secretaria de Estado de Infraestrutura Viviane Giamberdino e líderes comunitários do Quissisana, Jardim Málvea, Suíça, Vila Nova Costeira e Antares.

Renata Teixeira Gomes
Assessoria de Imprensa 17/04/2013

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Feedback
Feedback
Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support