Aílton Fenemê pede regularização de áreas no Del Rey

Vereador reuniu moradores e secretários do urbanismo e habitação

           Preocupado com a situação de nove famílias que compraram lotes públicos localizados no Jardim Del Rey por conta do golpe de um estelionatário, o vereador Aílton Fenemê reuniu, na manhã dessa quarta-feira (06) em seu gabinete, os moradores e secretários da habitação e urbanismo, Rita Meyer e Marcelo Ferraz, respectivamente. O vereador intermediou a conversa entre os participantes para tentar solucionar o problema.

            A área, de preservação ambiental, pertence à prefeitura e as famílias que lá residem pagaram, a um estelionatário, em torno de 25 mil reais cada terreno de cerca de 20 m². “Compramos os terrenos pensando em construir nossas casas próprias, pois esse é o sonho de qualquer pessoa, mas não sabíamos que era uma área irregular, pois o vendedor apresentou todos os documentos que, na verdade, eram falsos”, conta o senhor Ântonio Fonseca, proprietário de um dos lotes. Os moradores contam, ainda, que o vendedor não foi mais encontrado.

            O grupo pediu aos secretários a possibilidade de, pelo menos, o serviço de coleta de lixo seja oferecido no local, porém, o poder executivo é proibido de levar serviços e melhorias às áreas de invasão. “Nossa situação é muito difícil: fomos enganados pelo vendedor dos lotes, não temos água, luz, asfalto e nenhum outro serviço básico. Não temos condições financeiras de comprar outra área e ainda, sofremos constantemente com medo de sermos despejados ou que nossas residências sejam derrubadas enquanto estivermos no trabalho”, reclamaram.

            De acordo com o vereador, os moradores não serão retirados a força do local. “Com certeza, em conjunto com o executivo, encontraremos uma solução jurídica viável para o problema dessas famílias que estão em situação de risco. As pessoas mais simples acabam sendo enganadas por golpistas que prometem realizar o sonho da casa própria. No entanto, devemos alertar a todos: antes de comprar seu imóvel ou terreno, consulte a prefeitura e demais órgãos responsáveis para verificar a real situação da área” disse Fenemê.

            Os secretários municipais, Rita Meyer e Marcelo Ferraz apoiaram a iniciativa do vereador e comprometeram-se a analisar o caso. “Levantaremos os dados necessários para fazer o estudo de qual o melhor caminho para regularizar a situação dessas famílias”, disse o secretário de urbanismo. Foi marcada uma nova reunião para possível apresentação de soluções nos próximos quinze dias.

Renata Teixeira Gomes
Assessoria de Imprensa 08/03/2013

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Feedback
Feedback
Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support