Estudantes fazem passeata em prol da segurança

Comissão foi recebida pelo presidente da Câmara Municipal

 

             Estudantes de várias escolas de São José dos Pinhais participaram de uma passeata pelas ruas da cidade, na manhã desta quarta-feira (25), em prol da segurança. Os manifestantes pediram o apoio dos vereadores e uma comissão, formada por pais, professores e diretores, foi recebida pelo presidente da Câmara Municipal, vereador professor Assis e pelo presidente da comissão de educação, vereador professor Walder Mulbak.

            Durante a reunião, membros da comissão explicaram que apenas uma patrulha escolar é responsável pela vigilância de 34 escolas do município. Após comentarem casos de violência nas instituições de ensino e no entorno delas, os manifestantes entregaram aos vereadores uma carta com as seguintes solicitações: um encontro para discutir o tema com as autoridades competentes; a interseção da prefeitura no entorno das escolas, por exemplo, com a limpeza de terrenos baldios; formação de comissão para visitar as escolas e verificar os problemas existentes; instalação de câmeras de segurança e solicitar junto ao governo do estado mais patrulhas e efetivo policial.

            Segundo o vereador professor Walder, que também já foi diretor escolar, tal situação já perdura há bastante tempo. “Sugiro que seja realizada uma grande audiência pública entre diretores, professores, autoridades e comunidade, pois, segurança escolar é uma soma de trabalho, não só da polícia, mas de toda a sociedade”, disse.

            Ao concluir o encontro, o presidente da Casa, professor Assis se comprometeu a buscar soluções. “Somos solidários perante esta situação e discutiremos entre os vereadores e poder executivo o que podemos fazer para amenizar os problemas de violência nas escolas e no entorno delas”, finalizou.

Comissão foi recebida pelos vereadores professor Assis e Walder Mulbak

 

 

Renata Teixeira Gomes
Assessoria de Imprensa 25/04/2012

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *