Maria Angélica Marochi lança o livro “Uma História de Esperança”

O evento foi realizado na sede do Legislativo

             A historiadora são-joseense Maria Angélica Marochi lançou, na noite dessa quinta-feira (26) na Câmara Municipal, sua mais recente obra, “Uma História de Esperança – Entre o nascer e o morrer: documentos oficiais e de memórias da religiosidade e da cultura em São José dos Pinhais”.   

            O evento, que reuniu cerca de trezentas pessoas, contou com a presença do presidente do Legislativo, vereador professor Assis Manoel Pereira, do secretário municipal de cultura, Christian Bundt, do vice-prefeito municipal, Jairo Melo, do padre Aleixo Wardzinski de Souza e demais amigos da autora e comunidade são-joseense.   

            Na ocasião, Maria Angélica autografou seus livros aos convidados e sorteou alguns exemplares. Segundo ela, a ideia de escrever o livro, que é uma produção independente, surgiu em 1999 quando visitou, pela primeira vez, uma secretaria paroquial. Lá, a historiadora passou a ter contato com livros de registros muito antigos. “Esses livros são fontes primárias de informação a respeito da igreja católica. Com as pesquisas resolvi dividir, com quem tiver interesse, as descobertas que fiz a respeito”, afirmou.

            Ao fazer uso da palavra, o presidente do Legislativo, vereador professor Assis Manoel Pereira, parabenizou a autora pelo livro. “Temos o privilégio de termos a Maria Angélica como historiadora do nosso município que nos brinda, de tempos em tempos, como uma obra sobre nosso povo”. O padre Aleixo também fez uso da palavra para agradecer em nome da igreja católica e da comunidade da matriz de São José dos Pinhais. “É um trabalho quem tem tanta ressonância quanto os outros e uma análise do cidadão são-joseense pela perspectiva da religião”, declarou o padre.

            Para finalizar, Maria Angélica explicou um pouco do livro lançado. “Pensei muitas vezes em desistir pois, foi muito difícil conseguir as informações, pouca coisa era registrada nos séculos passados. Mas fiquei fascinada quando comecei minhas pesquisas no interior do município, onde as tradições religiosas ainda são conservadas”. O livro “Uma História de Esperança” está dividido em três partes: bem nascer, bem viver e bem morrer, em que a historiadora identifica o comportamento religioso da sociedade de São José dos Pinhais através do tempo.

            “Foram muitas horas de pesquisa. Espero que os leitores gostem e façam uma reflexão pois, conhecer o passado nos faz refletir melhor sobre o presente”, finalizou a autora que também já escreveu obras como “Câmara Municipal de São José dos Pinhais 150 anos”, “Imigrantes – Os Europeus em São José dos Pinhais” e “De Freguesia a Diocese”, entre outras.

A historiadora autografou exemplares de "Uma História de Esperança".

 

Cerca de trezentas pessoas compareceram ao lançamento.

 

Renata Teixeira Gomes
Assessoria de Imprensa 27/05/2011

 

Clique 2 vezes na foto e a veja em alta resolução

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Feedback
Feedback
Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support