Vereadores aprovam campanha “Outubro Rosa”

Campanha tem como principal objetivo prevenir o câncer de mama.

Foi aprovado na sessão ordinária da Câmara Municipal desta quinta-feira (16), por unanimidade em dois turnos de votação, o Projeto de Lei nº 314/2010 que institui no município a campanha de prevenção de câncer mama. Denominada mundialmente de “Outubro Rosa”, a campanha é realizada todos os anos em diversas cidades participantes durante o mês referente e tem como principal objetivo desenvolver ações de prevenção e diagnóstico precoce da doença.
 
De autoria dos vereadores professor Assis Manoel Pereira (PSDB), Mari Temperasso (PSDB) e Lucia Stoco (DEM), o Projeto destaca a realização de atividades voltadas à divulgação da campanha, tais como: iluminação rosa nos monumentos e prédios públicos da cidade e mobilização dos meios de comunicação. Ainda, serão oferecidos consultas e exames clínicos às mulheres que participarem do evento, com posterior tratamento e acompanhamento aos diagnósticos positivos, mediante ação da Secretaria Municipal de Saúde.
 
O Projeto foi apresentado devido a pedidos de um grupo feminino de profissionais liberais da sociedade civil de São José dos Pinhais, que deu início ao Grupo de Mulheres, associação que desenvolve ações a favor das mulheres são-joseenses. Segundo Assis, a campanha irá convocar a sociedade em geral à conscientização. “A prevenção e detecção precoce do câncer aliado a definição de políticas públicas podem mudar a realidade de muitas mulheres no país inteiro”, afirmou.
 
Para as vereadoras, também proponentes do Projeto, a iniciativa trará bons resultados à qualidade de vida das mulheres. “Certamente, em curto prazo, conseguiremos prevenir a doença e reduzir os altos custos com tratamentos”, explicaram Mari Temperasso e Lucia Stoco.
 
O “Outubro Rosa” trata-se de uma iniciativa mundial que tem como objetivo dar visibilidade as causas do câncer de mama e conscientizar a população a respeito da importância do diagnóstico precoce da doença. O evento teve início no Brasil em 2008 em cidades como São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte e, no Paraná a partir do ano passado com a realização, em Curitiba, do XVIII Congresso Brasileiro de Cancerologia (Concan 2009).
 
Segundo estatísticas, mais da metade dos casos de câncer de mama ocorrem em pacientes de países em desenvolvimento, como é o caso do Brasil, onde são diagnosticados cinqüenta mil novos casos por ano, sendo onze mil fatais devido à falta de prevenção e tratamento adequado da doença.
 
Renata Teixeira Gomes
Assessoria de Imprensa 16/09/2010

Clique 2 vezes na foto e a veja em alta resolução

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Feedback
Feedback
Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support