Aumenta número de público nas sessões legislativas

As sessões da Câmara Municipal têm atraído um número cada vez maior de público, desde que teve início neste mês de fevereiro. Outra novidade é a quantidade de vereadores que tem feito uso da Tribuna, principalmente para defenderem suas reivindicações junto ao Poder Executivo.
            Nesta quinta-feira, 12, o vereador professor Walder Mulbak (DEM) justificou dois pedidos seus, de suma importância para a população mais carente. Um deles sugere a Prefeitura Municipal que implante o programa “São José dos Pinhais Fraterna”, que objetiva atender, com doações de fraldas, aos idosos e portadores de necessidades especiais.

           De acordo com Walder, existem no município inúmeras pessoas necessitando desse produto, sem as mínimas condições financeiras de comprarem, e a solução seria, conforme sugerido na minuta do projeto de lei encaminhado, que o município faça a aquisição de uma máquina de confeccionar fraldas e, sob a responsabilidade da Secretaria de Promoção Social, estas sejam distribuídas as pessoas cadastradas, cuja renda não ultrapasse três salários mínimos.

Outra solicitação do vereador é para que seja instituído no município um Banco de Remédios, cujo estoque deve ser formado por doações de pessoas físicas e jurídicas, a fim de atender também as pessoas carentes. “Milhares de pessoas mantém em casa remédios que não utilizam mais, os quais poderiam ser doados” esclareceu Walder.

O vereador Onildo (PT), que fez uso da palavra na Tribuna, concordou com as solicitações do vereador Walder, pois reconhece a falta de remédios nos postos de saúde e da demanda por fraldas nas comunidades carentes. Ele falou, ainda, sobre as demissões ocorridas no Hospital e Maternidade São José, bem como da falta de atendimento na área de ortopedia.”Espero que o Secretário Municipal de Saúde possa dar esclarecimentos a este respeito”, pediu Onildo.

Problemas no DETRAN

Os problemas existentes no DETRAN de São José dos Pinhais e de outras regiões do Estado levaram o vereador Ailton Fenemê a se pronunciar também. Na sua opinião é uma vergonha o que está acontecendo, não se justifica a demora para se marcar os exames para conseguir habilitação ou fazer a sua renovação. “O governo têm que tomar providências para solucionar esse problema”, acrescentou o vereador.
            O vereador Joel Almeida aproveitou sua fala para dizer que, atendendo pedido do prefeito, a Comissão de Finanças e Orçamento, da qual faz parte, deu parecer favorável a liberação de 3 milhões de reais para a Secretaria Municipal de Viação e Obras Públicas. Estes recursos, segundo ele, visam dar continuidade as desapropriações necessárias para a construção futura do viaduto, entre as Avenidas Rui Barbosa e das Torres. “Fico imensamente feliz com essa obra, pois, juntamente com outras autoridades municipais, reivindiquei para que esse viaduto fosse construído”, concluiu.

 
A sessão legislativa contou ainda com a apresentação de várias indicações, todas pedindo benfeitorias para o município.
 

 
                            Jornalista Nara Moreira – 12/02/2009

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Feedback
Feedback
Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support