Dia Internacional do Deficiente Físico é lembrado pelo Vereador prof. Walder

O vereador prof. Walder Mulbak fez uso da tribuna, na tarde de ontem, 04, para falar sobre o Dia Internacional do Deficiente Físico, comemorado no último dia 03. Na sua opinião, apesar dos termos diversidade e inclusão terem invadido o cenário político e social, com a finalidade de promover condições e oportunidades iguais às pessoas deficientes, muito ainda é necessário para que “os acessos à educação, trabalho, cidadania, atividade física, esporte e lazer ocorram num ambiente social menos restritivo”.
            Esse assunto já vem sendo discutido há muitos anos, mas as pessoas, mesmo já conscientizadas, ainda têm dificuldade em mudar suas atitudes, explica Walder que, dando o exemplo, têm em seu gabinete dois funcionários portadores de deficiências, um com problemas de visão e outro de locomoção. Ele lembrou também que não faz sentido contratar pessoas com deficiência apenas porque a legislação brasileira obriga e a fiscalização pune as organizações que não a cumprem. “Só faz sentido quando se parte do reconhecimento da possibilidade de que essas pessoas possam ter para se desenvolver para o trabalho – e não da aceitação inquestionável do limite ou da deficiência”. Também as pessoas com deficiência devem demonstrar seu potencial, segundo o vereador, e buscar o próprio crescimento e desenvolvimento profissional, além de apresentar independência e autonomia.
            Outro fator importante, ressaltado pelo vereador prof. Walder, é a falta de planejamento urbano nas administrações públicas, que visem atender as necessidades dessas pessoas, as quais devem receber atenção especial e, sobretudo, que lhe propiciem o bem estar e a sua inserção no convívio social, priorizando sua independência, da qual a dignidade configura decorrência de direito. Ao encerrar sua fala, Walder fez um apelo a todos os membros da sociedade para que reflitam sobre esse assunto, pois não é só a administração pública que falha, mas muitos indivíduos, um exemplo são aqueles que nas calçadas, em frente as suas casas, colocam jardins, muretas e outros objetos, que dificultam a passagem de cadeirantes, portadores de deficiências visuais, pessoas idosas, crianças e demais cidadãos.
            O vereador Walder Mulbak tem demonstrado preocupação com as causas dos deficientes físicos, inclusive propondo várias sugestões ao poder Executivo, no decorrer do seu mandato, que visam melhorias e bem estar dessas pessoas.

 

Jornalista Nara Moreira – 04/12/2008

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Feedback
Feedback
Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support