Comemorações pelo 1º centenário do Colégio Silveira da Motta teve início na terça-feira

História
 

 

 

 

Atividades diversificadas fazem parte da Semana do Centenário. Vereadores e demais autoridades são-joseenses prestigiam hoje (24) de solenidade formal, no Colégio.
 

 

Com a abertura oficial da Semana do Centenário, realizada nesta terça-feira (22), nos três turnos e com a participação da Fanfarra da Escola Municipal Antonio Franco da Rocha, o Colégio Estadual Silveira da Motta deu início as comemorações. Hoje (24), às 19h30, acontece evento formal, com a presença de autoridades e abertura da exposição histórica sobre o Colégio. As festividades se encerram na sexta-feira (25), quando haverá comemoração especial para os pais e alunos.
 

Várias atividades estão sendo realizadas, dentre elas visitas ao Museu Municipal Atílio Rocco e a Biblioteca Municipal Scharffenberg de Quadros. Segundo a diretora do Colégio, Isaura Regina Sacerdote Serrato, os passeios ao Museu têm como objetivo trabalhar a preservação do patrimônio histórico. "Esse contato com o Museu faz com que os alunos reconheçam a importância de valorizar a história do nosso município. O prédio do nosso Colégio foi tombado no ano de 2004, fato esse que reconheceu a sua importância no processo de formação do povo são-joseense".
 

As visitas estão acontecendo diariamente, pela manhã e tarde. No primeiro dia, foi a vez dos estudantes da 8ª série conhecer como funciona o processo de registro da história. Em seguida, foram a Cinemateca – localizada anexo ao Museu, onde assistiram, com direito a pipoca, um documentário sobre a fundação do Colégio e a mostra Charles Chaplin, a qual faz parte do cronograma oficial. Na ocasião, os estudantes foram recebidos pelo diretor do Museu, Luiz Sada, o qual gentilmente fechou a programação da Cinemateca, nesta semana, especialmente para os alunos do Colégio Silveira da Motta.
 

Sobre a visita na Biblioteca Municipal, Isaura Serrato destaca que o "espaço foi a primeira sede do Colégio Estadual Silveira da Motta". No local, os estudantes conhecem a estrutura e têm a oportunidade de fazer contato com alguns autores são-joseenses, como: o poeta e especialista em haicai, Sérgio Pichorim, a historiadora Maria Angélica Marochi, a escritora de literatura infantil, Marcia Lubas e com o escritor e professor de Língua Portuguesa, Bráulio Cordeiro, os quais realizam palestras aos estudantes. Contação de histórias, também faz parte da programação.
 

Outro ponto de destaque nas comemorações dos cem anos daquela instituição de ensino, foi a cerimônia de posse do Grêmio Estudantil, realizada na noite do dia 22 de abril, data oficial de fundação do colégio.
 

 

Colaborou:
 

Jornalista: Franciele Ulson
 

 23 de abril de 2008
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Feedback
Feedback
Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support