Há treze anos vereador prof. Assis pede instalação do PROCOM no município

            Sabendo da importância para a comunidade são-joseense da Coordenadoria Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor-PROCOM em nossa Cidade, o vereador prof. Assis Manoel Pereira volta a solicitar ao poder Executivo que encaminhe projeto de Lei à Câmara Municipal propondo a criação do órgão no município.
Segundo o vereador, que desde 1994 vem lutando por isto, é necessário a efetivação desta proposta, a exemplo do que já acontece nas grandes cidades do estado do Paraná, que contam com o PROCOM em suas municipalidades com o objetivo de defender os interesse da população frente aos abusos praticados pelo comércio e prestadores de serviço.
Ainda, justificando o seu pedido, Assis, que também é presidente do legislativo são-joseense, ressalta que o inciso XXXII, do artigo 5º da Constituição Federal, estabelece que “o Estado promoverá, na forma da Lei, a defesa do consumidor”, que resultou na criação do Código de Defesa do Consumidor, em março de 1991. Ele considera também que o lugar ideal para o Estado cumprir o seu dever de viabilizar a defesa do consumidor é onde o cidadão está, isto é, no município. “O Código de Defesa do Consumidor reconhece a vulnerabilidade do consumidor no mercado de consumo e garante a ação governamental no sentido de protege-lo efetivamente”, acrescenta o vereador afirmando ainda que nas relações de consumo os são-joseenses vêem-se constantemente agredidos nos seus direitos definidos na Constituição Federal.
Outro argumento do proponente é de que os recursos humanos e materiais necessários são pequenos diante do importante serviço que será colocado à disposição da comunidade. Visando facilitar o cumprimento da sua solicitação, juntamente com a indicação do pedido, o vereador prof. Assis está encaminhando anexo Projeto de Descentralização do Sistema Estadual de Defesa do Consumidor, da Secretaria de Estado da Justiça e da Cidadania, e minuta do Projeto de Lei instituindo a Coordenadoria Municipal de Defesa do Consumidor –PROCOM.
“Em época de estabilidade econômica e de maior conscientização nacional de que os sagrados direitos não podem ser violados em prejuízo do consumidor e da Nação em geral, torna-se urgente colocar a disposição dos são-joseenses os benefícios da referida coordenadoria do PROCOM”, finaliza o vereador.
 
 

jornalista Nara Moreira – 23/10/2007

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Feedback
Feedback
Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support